Postgre SQL com ADO.NET

Publicado: 07/06/2005 em IntoSpaces
Como bons profissionais de TI temos que oferecer uma solução cabível no bolso de nossos clientes.
Tendo isto em mente estou em uma nova fase de testes para atender um novo cliente que necessita de um banco de dados razoável, porém a renda dele ainda não dá para manter o nosso querido SQLServer 2005 que seria o mais indicado…😦
Porém eu nunca ousaria instalar o MySql para um cliente, só para os inimigos eheheheh

Foi isso que me levou a testar o famoso e tão bem falado Postgre!
Já ouvi muitos comentários, e muitos comparam sua performance ao Oracle… no mínimo interessante não?

O Postgre está atualmente na sua versão 8.0, a mais esperada em 15 anos de desenvolvimento. Esta versão vem com suporte total ao sistema operacional Windows, o que antes não existia e para se trabalhar com ele sobre o Windows era necessário usar o Cygwin para emular um linux… porquisse.

Sistemas Operacionais à parte a princípio eu gostei do Banco, ele com certeza atende à maioria das regras para um banco de dados relacional e possui um gerenciador muito amigável, mas eu ainda acho o Enterprise Manager mais produtivo…

Para trabalharmos diretamente com o Postgre, existe um .Net Data Provider específico para ele, o NpgSql. Ele implementa todas as funcionalidades padrões para as interfaces de acesso à dados do ADO.NET, facilitando o desenvolvimento, assim como temos no SqlServer e no Oracle etc!

Vejam um exemplo simples de consulta ao Postgre usando o NpgSql:

NpgsqlConnection conn = new NpgsqlConnection("Server=localhost;Port=5432;User Id=postgres;Password=password;Database=teste;");
NpgsqlCommand cmd = new NpgsqlCommand("select * from teste",conn);
NpgsqlDataAdapter adapter = new NpgsqlDataAdapter(cmd);
DataSet ds = new DataSet();

try
{
   adapter.Fill(ds);
   this.dataGrid1.DataSource = ds.Tables[0];
}
catch(Exception ex)
{
   MessageBox.Show(ex.ToString());
}Não viram nada de novo não é? Ainda bem, imaginem fazer com o ADO tradicional… um sako…
E uma última consideração sobre o Postgre é sobre as suas Sequences e o sitpo Serial.
Cada banco costuma implementar de uma forma um atributo que sofre auto-incremento automaticamente, com ele são utilizadas Sequences que possibilitam uma maior flexibilidade na especificação dos valores, o que não acontece no SqlServer, pois ele sempre te dá a possibilidade de somente um incremento de 1 ponto, ou seja, n + 1.
Detalhe, isto se aplica quando trabalhamos diretamente com a interface gráfica do SGBD, pois com o SQL conseguimos dinamizar esta propriedade.
O tipo de dados Serial no Postgre é um tipo especial que na verdade é um tipo inteiro que implementa uma Sequence e assim dá-se a ilusão de incremento por meio somente do tipo, muito legal.
Parece que as sequences farão parte do SqlServer 2005. isso é ótimo, quem ganha somos nós!!

Resumindo o Postgre é muito bom, bem tranquilo de se trabalhar, achei ele muito descente. Agora é hora de sair dos testes básicos e fazer algumas cargas realmente pesadas nele para ver como o bichinho se comporta!!😀

Site oficial do Postgre SQL
http://www.postgresql.org/

Download da versão 8.0 para Windows
http://www.postgresql.org/ftp/binary/v8.0.3/win32/

Download do .Net Data Provider NpgSql
http://gborg.postgresql.org/project/npgsql/projdisplay.php

Artigo sobre a instalação do Postgre SQL
http://www.imasters.com.br/artigo.php?cn=2917&cc=23

Artigo sobre Sequences e tipo de dados Serial
http://www.imasters.com.br/artigo.php?cn=1804&cc=23

Programa de teste para manipulação do Postgre
http://www.shindesign.net/thespoke/pt-br/07-06-2005/PostgreTest.exe
Salve antes de executar senão ele será executado no Browser😉

Alguém já usou ele? O que achou?

[]’s
Shinji

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s