Música popular brasileira no Dois a Um!!

Publicado: 27/12/2004 em IntoSpaces
Esse é um assunto não muito comum aqui no theSpoke, principalmente no meu blog e principalmente escrito por eu, que não sou tão fã assim de MPB.

Mas o fato é que na última exibição do programa Dois a Um do SBT, esse assunto foi tratado de forma brilhante por dois professores músicos, José Miguel Wisnik e Arthur Nestrovski, eles deram uma aula de cultura e de valores que nós brasileiros estamos perdendo.
Única coisa que me decepcionou no programa foi a atuação da apresentadora, que estava totalmente fora de seu papel, parecia que estava tão maravilhada com a presença dos professores que perdia o rumo e ria com muita frequência e perdia um pouco o controle, com algumas colocações que retardavam o desenvolvimento de algumas idéias e isso é mal, será que ela não tem diretores pra ver isso ou estou exagerando?

Eu não vou esticar muito a conversa por aqui, porém percebi ontem como desvalorizamos nossa cultura por não conhecê-la como se deve.

Um fato muito importante que foi levantado é que o Brasil é um país muito pouco letrado, que existe uma ausência muito grande dos livros na nossa cultura, o que é muito diferente em outros países. Daí surge a nossa mistura, pois não estamos acostumados com essa rigidez e diferença entre gêneros de forma tão radical.

Para exemplificar melhor… Um país letrado pode ser a Alemanha e toda a sua cultura, porém lá a música popular deixou de ser difundida, toda aquele folclore deles é simplesmente folclore, o que predomina como música popular é um pop, usado em marketing sem nenhuma intenção de expressão de pensamentos mais profundos como acontece em nossa música popular.
Nossa música faz parte de um rede de mensagens, onde os estilos e épocas conversam, ondem músicos escrevem literatura e conseguem cativar da mesma forma.
Fora daqui isso é meio incompreensível, pois tudo é muito dividido, cada estilo funciona separado com uma lógica diferente, de uma forma diferente!

De uma forma resumida não damos o valor merecido à nossa música, um fenômeno tão nosso e tão importante, que se utiliza de formas alternativas para suprir algumas faltas de nossa cultura, então não devemos pensar somente nas faltas, mas nas nossas soluções para elas e isso torna a nossa música muito rica em muitos sentidos.

Acho que é um bom momento para refletir e estudar um pouco mais sobre o assunto antes de dizer qu o nosso não é bom, na verdade nós mantemos o que ninguém no mundo consegue manter e isso é originalmente nosso e muito valioso!!

O que acham?

[]’s
Shinji

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s